Saturday, July 27, 2013

Comida Mediterrânea - Tapas


Como a maioria de vocês sabe, gosto de mesclar a culinária brasileira com a internacional, especificamente com a cozinha mediterrânea, pois são muito parecidas. Peixes, queijos, frutas frescas e desidratadas, salames, azeites, o uso de temperos diversos e outros ingredientes que além de serem saudáveis, fazem parte de nossa dieta cotidiana.
Relendo as receitas do blog Cozinhando com Amigos, percebi que a maioria das receitas que publiquei, trata especificamente desta tendência gastronômica; talvez por eu ter um pezinho lá no mediterrâneo, a “coisa” ficou registrada no DNA e transpareceu em minha preferência na confecção destes pratos.
Tem alguns deles que ao serem servidos em conjunto já compõem uma refeição; e como não poderia deixar de ser, é de fácil elaboração, mas sempre com um sabor de destaque. Assim são os petiscos ou como são mais conhecidos na península ibérica – tapas.
No Brasil, temos uma diversidade fantástica desta iguaria, encontrada principalmente nos bares e botecos; e muito já se escreveu a respeito. Ainda bem, pois podemos “beber” sempre nesta fonte cultural/gastronômica, resgatando e valorizando a arte de nossa gente.
Mas a ideia principal é levá-los a um passeio pelo litoral mediterrâneo, com seu mar azul-cintilante e mostrar receitas de países como Grécia, Turquia, Itália, França, Espanha, Norte da África e Oriente médio.


Pois bem, iniciaremos a partir de hoje, uma sequência de matérias, a respeito destes pratos, apresentando tapas destes países. Mas primeiro vamos conhecer um pouco da história deste nome – Tapa.
Este termo usado na Espanha tem sua origem na época em que os donos de bares serviam aos clientes, bebidas nos copos, cobertos por uma fatia de pão ou de presunto, afastando as moscas de seu conteúdo. Supondo-se assim, que a palavra tapa seja derivada do verbo tapar.


Posteriormente, os queijos e embutidos foram acrescentados para tornar o produto mais apetecível e ampliar o cardápio do estabelecimento. Hoje, as tapas vão além das fronteiras de Espanha, afastando-se de sua origem modesta e transformando-se em uma variedade de “ensaios” gastronômicos usando uma diversidade fabulosa de ingredientes. Sendo consumido no mundo inteiro, é um bom motivo para as pessoas se reunirem, conversarem e se servirem à vontade.
Para servir as tapas, uma condição deve ser levada à risca. As porções devem ser generosas – é quase uma refeição bem servida, pois estamos em uma época que é comum compartilhar; portanto, seja generoso ao servir tais iguarias. Assim, será mais divertido estar com seus amigos e degustar pratos como salada de laranja e tâmaras, bacalhau com pimentões vermelhos ao azeite, azeitonas no azeite aromatizado, figos com presunto cru e outros tantos.
O interessante, é que parece não haver fim a diversidade de tapas; dando a impressão que qualquer prato pode dar origem a novas tapas.
Então, aguardem que as receitas estão chegando!

2 comments: