Thursday, April 19, 2012

Cioppino - uma caldeirada de status

 
  
      Cioppino é uma caldeirada de peixe originário de San Francisco. "Cioppino" que na tradução significa "sopinha", é considerado um prato ítalo-americano, e está relacionado a uma sopa com frutos do mar, típica da cozinha italiana (porém, não existe um consenso de qual região litorânea daquele país). A cioppino é tradicionalmente feita a partir da captura do dia, que no lugar do prato de origem é tipicamente uma combinação de caranguejo, mariscos, camarões, vieiras, lulas, mexilhões e peixes. O marisco é combinado com tomates frescos em um molho de vinho branco seco, e servido com pão torrado ou baguete.
           O prato é comparável ao cacciucco e brodetto da Itália, bem como outros pratos de peixe da região do Mediterrâneo como a bouillabaisse francesa e o suquet de peix da Catalúnia, no litoral norte da Espanha.

 

       Cioppino foi desenvolvido no final de 1800 por pescadores portugueses e italianos que se instalaram na Praia do Norte, em San Francisco, muitos de Génova, Itália. Apesar de ser considerado um prato italiano (não se sabe de que parte da Itália) a cioppino ficou famosa na década de 1850 pelo imigrante genovês Giuseppe Bazzuro em seu restaurante homônimo.
          Tradicionalmente era feita das sobras da pescaria do dia. Era um purê de legumes cozidos e restos de peixes; ao longo dos anos, os chefs da área Bay transformou-a em um guisado de luxo usando iguarias locais.
            O nome vem do ciuppin, uma palavra no dialeto lígure da cidade portuária de Gênova, que significa "cortar" ou "picar", que significa o processo de fazer o ensopado cortando os vários restos de pescados do dia. Um restaurante em San Francisco, o homônimo Cioppino, conta uma história apócrifa em que o nome deriva do grito fortemente italiano com sotaque dos cozinheiros do cais para os pescadores.

 

      Geralmente os frutos do mar são cozidos em caldo, e servidos com casca, incluindo a pata de caranguejo. Você servi-lo em uma frigideira redonda com alças ou em uma bela sopeira. Vamos aos ingredientes!

Ingredientes

2 colheres de sopa de azeite
1 cebola grande, picada
3 dentes de alho, amassados
800 g de tomate pelado picado
120 ml de vinho branco seco
1/4 xícara de salsa picada
1/2 colher de chá de manjericão seco
2 colheres de chá de sal
1/2 colher de chá de pimenta-do-reino moída
1 folha de louro
24 vôngoles
500 g de vieiras
8 patas de caranguejo
500 g de camarão grande, com casca

Obs.: Você também pode usar lagostins, para dar um toque de destaque na apresentação do prato.

Modo de fazer

Em fogo médio, aqueça o azeite em uma panela grande, de fundo grosso. Refogue a cebola e o alho. Acrescente o tomate pelado e o vinho branco. Em seguida acrescente a salsa, o manjericão, o sal, a pimenta e a folha de louro. Abaixe o fogo e deixe a panela no fogo até que o vinho tenha reduzido quase que completamente, mais ou menos 1 hora.
Coloque na panela os vôngoles, as vieiras, as patas de caranguejo e os camarões. Tampe a panela e deixe os frutos do mar cozinhando em fogo médio, até que os vôngoles comecem a abrir. Transfira a caldeirada de frutos do mar para uma travessa grande e sirva.

No comments:

Post a Comment

Post a Comment